Peixe reduz risco de câncer de fígado

Comer diariamente peixes ricos em ácidos graxos, como besugo ou salmão, reduz o risco de desenvolver câncer no fígado. É que revela um estudo do Centro do Câncer do Japão

Estadão

08 Junho 2012 | 17h59

Comer diariamente peixes ricos em ácidos graxos, como besugo ou salmão, reduz o risco de desenvolver câncer no fígado. É que revela um estudo do Centro do Câncer do Japão.

Para chegar a esta conclusão, os pesquisadores acompanharam 90 mil homens e mulheres de nove províncias do Japão, com idades entre 45 e 74 anos e que incluíram oito tipos desses peixes em sua dieta.

Os cientistas dividiram os participantes em cinco grupos, que receberam diferentes porções de pescado rico em ácidos graxos, especialmente os da família do ômega 3.

Os exames médicos periódicos dos participantes foram comparados com os de pessoas que foram diagnosticadas com câncer de fígado, para poder analisar os resultados.

O estudo revela que os participantes que comeram um peixe de tamanho médio diariamente tiveram 36% menos chances de desenvolver câncer de fígado com relação ao grupo que ingeriu apenas um pescado por semana.

 Uma das pesquisadoras, Norie Sawada, afirmou  que os ácidos graxos previnem a inflamação do fígado, reduzindo o risco de câncer