A Hipótese Medeia

Estadão

25 Fevereiro 2010 | 20h04

Dica recebida pelo Twitter, via @SETIInstitude: o livro The Medea Hypothesis, do paleontólogo Peter Ward, que oferece um argumento oposto ao da mais conhecida “Hipótese Gaia”, segundo a qual os seres vivos de um planeta tendem a criar uma biosfera autossustentável.

Pelo contrário, diz Ward: a vida não é um fenômeno sustentável, mas sim autodestrutivo; a biosfera é sua própria pior inimiga. Daí vem o nome da hipótese: Medeia, mítica rainha grega, conhecida pela história trágica em que mata os próprios filhos.

medea

Um possível exemplo de “Efeito Medeia” que me ocorre é o do surgimento do oxigênio livre na atmosfera da Terra — um fenômeno preciptado por seres vivos, e que resultou numa enorme extinção em massa. Seres humanos também seriam, talvez, outra manifestação do “lado Medeia” da natureza.

Não li o livro (ainda), mas a tese central soa assustadoramente plausível…