Sessão de descarrego (2)

Estadão

03 Dezembro 2009 | 12h46

A retirada da carga aguardada por Ferraz do navio Ary Rongel prossegue hoje, com a continuidade do bom tempo que derreteu o gelo que se acumulava na praia mais próxima à baia de carga da estação antártica. Com isso, o material está sendo descido da embarcação em chatas — barcos de convés plano — que são propisitalmente encalhadas na praia e, então, descarregadas.

chata1

A chegada da carga permitiu que vários pesquisadores que aguardavam material para começar a trabalhar fossem a campo. Na imagem abaixo, duas cientistas preparam-se para sair numa expedição de bote em busca de amostras de bactérias.

pesquisa

Hoje eu pretendia me integrar a uma equipe que ia fazer uma longa caminhada em busca de ninhos de aves marítimas, mas essa seria uma expedição demorada — o pessoal praticamente não tem hora para voltar — e com os pés machucados, achei melhor mudar meu plano. A última coisa que quero é virar um estorvo para os cientistas, afinal.

Acabrei trocando o passeio longo por uma visita ao módulo de estudo da ionosfera, que fica perto de Ferraz, no alto de uma colina. Mais sobre isso em postagens futuras.

ionos

A operação de descarga do navio é complexa, ainda mais no frio da Antártida, e em meio à neve acumulada nas tempestades do fim da semana passada.

trabaljho

Abaixo, neve e lama reviradas na operação:

sol