Adolescente opta pelo risco por prazer, não por inconsequência

Jovens são bons para avaliar prós e contras enquanto decidem algo, mas correm riscos porque gostam bem mais da sensação.

root

25 Março 2010 | 21h00

Pesquisa envolveu 86 meninos, adolescentes e homens. Crédito: UCL.

Pesquisa envolveu 86 meninos, adolescentes e homens. Crédito: UCL.

Adolescentes realmente têm uma tendência bem maior para o risco. Segundo uma pesquisa realizada pela University College of London, na Inglaterra, jovens com 14 anos de idade estão na idade crucial que deixa papais e mamães de cabelo em pé.

O estudo foi realizado com crianças, adolescentes e adultos com idades entre nove e 35 anos. Os participantes tiveram que escolher entre as opções de risco ou de segurança em um jogo de computador.  

A pesquisa aponta que adolescentes são bons para avaliar prós e contras enquanto decidem algo (ao contrário das crianças), mas correm riscos porque gostam bem mais da sensação de serem bem sucedidos nesses casos do que pessoas de outra faixa-etária. Ao serem questionados sobre seus próprios resultados no jogo, os adolescentes mostraram satisfação com suas decisões mais arriscadas.

Stephanie Burnett, autora do estudo, explica que adolescentes não são inconsequentes, porque conseguem prever os resultados. Mas, para o desespero dos pais, têm uma forte tendência a optar por manobras mais arriscadas na vida. “Estamos a um passo de determinar por que adolescentes seguem comportamentos extremamente agressivos como as drogas ou sexo que não é seguro”, ressalta.

 “O início da adolescência marca uma explosão de atividades arriscadas, das manobras de carro perigosas, sexo irresponsável e experimentação do álcool, até maus hábitos alimentares e inatividade física”, explica a pesquisadora. “Isso contribui para o chamado paradoxo da saúde da adolescência, em que um pico de saúde física na vida é, ao mesmo tempo, acompanhado de risco de alta mortalidade”.

Veja também:

Identificado gene que altera resposta do cérebro ao estresse
Psicóloga procura entender imagem que meninas têm do próprio corpo
Sem crise: homens realmente sentem menos culpa do que as mulheres
Mulheres atraentes despertam comportamento de risco em homens
Identificada área do cérebro responsável pela “avareza”