Cirurgia emergencial para apendicite pode estar com os dias contados

root

19 Janeiro 2010 | 15h19

Estudo do UT Southwestern Medical Center mostra que, talvez, causa da apendicite seja infecção viral.

Estudo do UT Southwestern Medical Center mostra que, talvez, causa da apendicite seja infecção viral.

A apendicite, problema causado pela inflamação do apêndice – causando a obstrução do órgão – e que afeta uma em cada dez pessoas, sempre esteve associado a uma infecção bacteriana. Mas um novo estudo do UT Southwestern Medical Center mostra que, talvez, as causas sejam infecções virais.

Segundo a análise de diagnósticos para a apendicite, gripe, rotavírus e infecções entéricas, variações sazonais e de concentração apoiariam a ideia de que o problema seria causado por um vírus, com a gripe. Dados estatísticos revelaram picos que poderiam ser focos de apendicite, nos anos 1977, 1981, 1984, 1987, 1994 e 1998. Além disso, verificaram aumento do número de casos durante o verão.

Pesquisadores avaliaram dados de um período de mais de 35 anos do National Hospital Discharge Survey. As conclusões vão contra o pensamento tradicional, que sugere que a retirada do apêndice é necessária para evitar uma obstrução do órgão. Ou seja, a chamada cirurgia de emergência poderia estar com os dias contados.

“Pegando” a apendicite e “se livrando” da apendicite

A apendicite é uma das razões mais comuns para cirurgias de emergência, alcançando cerca de 280 mil intervenções cirúrgicas anualmente.  O problema foi identificado pela primeira vez em 1886. A partir de então, médicos presumiram que a remoção rápida do apêndice era necessária para evitar um problema maior. Sendo uma cirurgia relativamente segura, parecia uma ótima opção já que resolvia completamente o problema.

Mas pesquisas realizadas entre 1970 e 2006 apontam que o procedimento talvez não seja necessário. Casos de pescadores sem acesso a cirurgia imediata e de alguns hospitais infantis – cujo problema não era resolvido com cirurgias de emergência – deram a entender que um apêndice sem perfuração poderia ser tratado sem cortes ou remoção.