Bactéria da pneumonia pode ser derivada de bactéria de animais

Pesquisadores australianos mostram que animais podem ter sido os responsáveis pela infecção humana da bactéria Chlamydia pneumoniae.

root

23 Fevereiro 2010 | 15h59

Bactéria que causa maioria dos casos de pneumonia teve origem em animais.

Bactéria que causa maioria dos casos de pneumonia teve origem em animais.

Estudo conduzido por pesquisadores da Queensland University of Technology, na Austrália, mostra que animais podem ter sido responsáveis pela infecção humana da bactéria Chlamydia pneumoniae, que causa a maioria dos casos de pneumonia. É transmissível por contato interpessoal, por meio da inalação, e em geral afeta também coalas, cobras-papagaio, iguanas e tartarugas.

A descoberta foi feita por uma equipe internacional de cientistas que usou coalas para provar a relação. Os pesquisadores sequenciaram o genoma (informação hereditária de um organismo) da Chlamydia pneumoniae de um coala australiano e encontraram evidências de que a bactéria nos humanos é derivada da bactéria encontrada no animal.

“Infecções transmitidas por animais selvagens, conhecidas como infecções de origem alimentar, são uma das ameaças mais significativas para a saúde global”, ressalta Peter Timms, especialista em doenças infecciosas da QUT. “Já vimos o impacto de infecções zoonóticas como a pandemia de influenza H1N1, que se espalhou pelo mundo e teve origem nos suínos”.

A pesquisa revela que homens foram infectados pela bactéria ao se adaptarem ao organismo humano através de processos de degradação do gene. Assim, atravessaram a “barreira das espécies” e se modificaram a ponto de poderem ser transmitidas para (e entre) humanos. Timms acredita que a Chlamydia pneumoniae pode ter sido proveniente de anfíbios, como sapos.

A partir das descobertas, é possível desenvolver testes de diagnóstico melhores, vacinas, além de auxiliar em medidas que reduzam a propagação da doença.

Veja também: