Boas ações são estimuladas por observação de quem faz "o bem"

Voluntários que assistiram a programas "solidários" na televisão se comportaram de forma mais altruísta do que os demais.

root

09 Fevereiro 2010 | 19h09

Pessoas que assistiram programas

Pessoas que assistiram programas "solidários" na televisão agiram de forma altruísta.

Ver alguém executando uma ação virtuosa faz bem. Especialmente se estamos diante de alguém que ajuda outra pessoa. É o que afirmam psicólogos da Universidade de Cambridge, nos EUA. De acordo com uma nova pesquisa, a sensação de “elevação” – termo cunhado por Jonathan Haidt para expressar o oposto da depressão, uma sensação de que o coração está se expandindo – é capaz tanto de fazer pessoas se sentirem bem, como de fazer pessoas realizarem boas ações.

Voluntários tiveram que assistir a alguns trechos de documentários sobre a natureza e programas do tipo “The Oprah Winfrey Show” e depois descreveram o que tinham visto. Os resultados revelaram que os participantes que assistiram a programas do tipo “solidários” estavam mais propensos a se oferecer a outros estudos de investigação, o que sugere que a “elevação” pode nos tornar mais dispostos a ajudar os demais.

Entretanto, há uma distância entre falar e fazer. Por este motivo, os pesquisadores foram mais a fundo na questão. No experimento seguinte, os voluntários tiveram que optar entre três programações, incluindo um programa britânico de comédia (com o intuito de induzir à alegria).

Depois de terem assistido algum programa, a assistente de pesquisa que conduziu o estudo fingiu ter problemas ao abrir um arquivo do computador usado no experimento. Então, perguntou aos voluntários se eles estariam dispostos a preencher um questionário sobre outro estudo (que, na verdade, não iria adicionar nada ao experimento). Quem quisesse sair, poderia sair. Um detalhe importante: o questionário era “chato” de ser preenchido.

Quem assistiu aos programas mais “solidários” gastou quase o dobro do tempo ajudando a assistente do que os participantes que viram outros tipos de programa de TV, indicando que a “elevação” pode levar a comportamentos de ajuda.

Os autores da pesquisa concluem que a conduta pró-social da sociedade pode ser estimulada pelo aparecimento da elevação, mesmo que em uma breve exposição. O mundo fica melhor e, de quebra, você se sente bem mais feliz.

Veja também:

Identificada área do cérebro responsável pela “avareza”
Exercícios físicos aumentam inteligência em homens de meia idade
Motorista perde 20% da habilidade de memorizar histórias ao dirigir
Ciência pela beleza: nas grandes cidades, ser atraente é fundamental
Acupuntura desativa áreas do cérebro associadas a dores