Brócolis enriquecido pode ter maior atuação anticancerígena

Nível mais elevado de selênio nos alimentos fez animais apresentarem maior quantidade de enzimas capazes de agir contra doenças.

root

14 Maio 2010 | 15h31

Estudos anteriores mostram que o consumo simultâneo de brócolis e tomate tem potencial anticancerígeno ainda maior.

Estudos anteriores mostram que o consumo simultâneo de brócolis e tomate tem potencial anticancerígeno ainda maior.

Brócolis e tomate podem prevenir o câncer. A partir do conhecimento deste papel “anticancerígeno”, pesquisadores da Universidade de Illinois, nos EUA, pensaram que certas práticas agronômicas podem potencializar isso: enriqueceram alimentos com selênio e verificaram que animais apresentaram maior quantidade de enzimas capazes de agir contra doenças.  

“Nós enriquecemos colheitas de brócolis com diferentes componentes bioativos, para em seguida avaliar os níveis de enzimas que combatem o câncer em ratos que comeram pó a partir destas culturas”, explica Elizabeth Jeffery, professora de ciência dos alimentos e nutrição humana na universidade.

Níveis mais elevados de enzima desintoxicante foram encontrados em ratos que comeram brócolis tratados com selênio, um micronutriente conhecido por sua ação contra radicais livres. A quantidade de um dos compostos anticancerígenos era seis vezes maior nos brócolis tratados do que em outros.

Além disso, os pesquisadores constataram que o brócolis enriquecido com selênio teve uma atuação maior no fígado, atingindo um nível de bioatividade bem maior do que em outros alimentos usados no experimento.

Ao lado do alho e de outras plantas da família Allium (cebola, alho-poró), o brócolis e outros vegetais da família Brassica (couve, nabo, couve-flor) são os únicos a possuírem uma enzima que permite a metilação de plantas para armazenar altas concentrações de selênio.

Agora, a equipe está tentando compreender se o selênio é diretamente responsável pelo aumento da bioatividade no organismo, ou se indiretamente interfere induzindo a síntese de glucosinolatos.

Veja também:

Ácido fólico pode retardar efeitos do envelhecimento e evitar doenças
Benefícios da dieta do glúten em austistas são colocados em questão
Terapia com vitamina D pode atuar como uma quimioterapia natural
Questionário é incapaz de dizer se níveis de vitamina D são adequados