Carros solares criados por estudantes disputarão corrida em junho

Competição realizada nos EUA vai mostrar o que há de mais curioso e inteligente em relação a automóveis movidos apenas à luz solar.

root

19 Maio 2010 | 17h55

Carro solar desenvolvido por estudantes da Universidade de Michigan é o favorito na disputa. Crédito: University of Michigan Solar Car Team.

Carro solar desenvolvido por estudantes da Universidade de Michigan é o favorito na disputa. Crédito: University of Michigan Solar Car Team.

Esqueça o primeiro rally da história: de 1894 (data do Concours des Voitures sans Chevaux, a primeira competição automobilística da história) para cá, muita coisa mudou. Agora quem gosta de velocidade tem mesmo é que entender de física. Pelo menos para participar do American Solar Challenge, uma competição que será realizada em terrinhas norte-americanas apenas com carros solares desenvolvidos por estudantes universitários. Cai bem para o público que vira-e-mexe não tem dinheiro nem para abastecer o tanque.

O desafio está programado para começar no dia 20 de junho, em Tulsa, e deve terminar no dia 25 em Normal, totalizando mais de 4 mil quilômetros de diversão (ou preocupação!). Vinte equipes já estão inscritas, envolvendo universidades dos EUA, Canadá e Alemanha. A disputa, um tanto quanto futurista, é realizada a cada dois anos.

Time canadense mostra o seu mais novo carro solar: o Axiom Schulich. Crédito: University of Calgary.

Time canadense mostra o seu mais novo carro solar: o Axiom Schulich. Crédito: University of Calgary.

Em uma década de disputa, algumas universidades mostraram que entendem mesmo de luz solar: a equipe de Michigan, nos EUA, parece sempre levar a melhor e já realiza testes com o carro Infinium para saber se ele está em condições de vencer a disputa.

Carro movido a quê?

A equipe da Universidade de Calgary, no Canadá, acaba de apresentar a terceira geração de carros solares produzidos por estudantes: o Schulich Axiom.

“O Schulich Axiom mostra o que a colaboração de muitas idéias criativas e muita pesquisa podem realizar”, diz Jeff Wickenheiser, gerente de engenharia e projeto. “Nós trouxemos um design mais eficiente que é uma prova real do potencial da energia solar. Também fizemos o carro mais apropriado ao motorista, adicionando um banco e tornando o espaço do condutor maior. Estamos, gradualmente, caminhando para um carro solar mais acessível”.

Cada carro tem a sua estratégia, mas o protótipo canadense conta com 1987 células solares e baterias que podem armazenar energia suficiente para conduzir o carro durante quatro horas a 90 quilômetros por hora. Bem melhor que os primeiros carros a disputarem os primeiros rallies.

Veja também:

Novas células solares são mais flexíveis, baratas e absorventes