Casamento NÃO torna cônjuges mais parecidos ao longo dos anos

Ao contrário da crença popular, um longo casamento não é capaz de tornar marido e esposa semelhantes ano após ano.

root

25 Agosto 2010 | 14h20

Ao contrário da crença popular, um longo casamento não é capaz de tornar marido e esposa semelhantes ano após ano. De acordo com um estudo realizado pela Universidade Estadual de Michigan, nos EUA, as pessoas tendem a escolher seu cônjuge com base na afinidade de traços de personalidade.

“A pesquisa mostra que cônjuges são mais semelhantes do que as pessoas ao acaso”, diz Mikhila Humbad, principal pesquisadora do trabalho. “Isso poderia refletir a influência dos cônjuges entre si ao longo do tempo, ou este poderia ser o que os atraiu em primeiro lugar”.

Os pesquisadores analisaram dados de mais de mil casais. O objetivo do trabalho era entender se traços de personalidade se tornavam semelhantes ao longo do tempo. Então, a equipe examinou uma série de características e concluiu que, na maioria dos casos, os cônjuges não se tornaram mais parecidos com mais anos de casamento.

A única exceção a este padrão foi a agressão: “Faz sentido se você pensar”, diz Humbad. “Se uma pessoa é violenta, a outra pessoa pode responder de forma semelhante e, assim, tornar-se mais agressiva com o tempo”.

Para quem acredita ser capaz de transformar o parceiro no futuro, fica a dica.

Veja também:

Diferença de idade do casal reduz expectativa de vida das mulheres
Escolha de parceiro é fortemente influenciada pela opinão de estranhos
Mulheres deprimidas e homens extrovertidos têm mais filhos
Relações melhoram com a idade por causa do “perdão” dos outros
Leve a sério: a sua felicidade realmente depende da dos outros