Catalisador barato e sustentável para produção de hidrogênio é descoberto

Ao usar um catalisador com base em molibdênio, bolhas de hidrogênio são produzidas com baixo custo e à temperatura ambiente.

taniager

14 Abril 2011 | 11h55

Ao usar um catalisador com base em molibdênio, bolhas de hidrogênio são produzidas com baixo custo e à temperatura ambiente. Crédito: EPFL / Alain Herzog.

Ao usar um catalisador com base em molibdênio, bolhas de hidrogênio são produzidas com baixo custo e à temperatura ambiente. Crédito: EPFL / Alain Herzog.

Uma descoberta de pesquisadores da Faculdade Politécnica federal de Lausanne (EPFL), Suiça, poderá revolucionar a produção de hidrogênio. Sabe-se que produzir este elemento de forma sustentável é um desafio e seu custo é muito alto. Em artigo intitulado “Amorphous Molybdenum Sulfide Films as Catalysts for Electrochemical Hydrogen Production in Water” e publicado na revista Chemical Science hoje, os autores relatam a descoberta e explicam como um catalisador com base em molibdênio pode ser utilizado em temperatura ambiente, tornando a produção barata e eficiente.

A hidrólise é o processo utilizado para separar os elementos de moléculas de água – H2O – em hidrogênio e oxigênio por meio de corrente elétrica. Mas esta reação é muito lenta e, por esta razão, é muito utilizado um catalisador de platina para acelerá-la. No entanto, a platina é um metal nobre e bastante caro.

Agora, a equipe liderada pelo professor Xile Hu conseguiu demonstrar que sulfetos amorfos de molibdênio encontrados em abundância são catalisadores eficientes para a substituição da platina. Hu argumenta que a descoberta se deu por acaso, quando a equipe fazia uma experiência eletroquímica, mas ainda é um mistério o porquê do catalisador ser tão eficiente

Os catalisadores de molibdênio apresentam muitas características técnicas vantajosas: são estáveis e compatíveis com as condições ácidas, neutras ou básicas em água. Além disso, a taxa de produção de hidrogênio é mais rápida que as de outros catalisadores do mesmo preço. A descoberta abre algumas possibilidades interessantes para aplicações industriais, como na área de armazenamento de energia solar.