Como nós, alguns suricatos também gostam de acordar mais tarde

As diferenças comportamentais entre grupos de suricatos demonstram que estes simpáticos animaizinhos desenvolvem cultura de grupo.

taniager

07 Julho 2010 | 13h14

As diferenças comportamentais entre grupos de suricatos podem ser explicadas pela difusão social de informações. Crédito: cortesia da Universidade de Cambridge.

As diferenças comportamentais entre grupos de suricatos podem ser explicadas pela difusão social de informações. Crédito: cortesia da Universidade de Cambridge.

Cientistas da Universidade de Cambridge, no Reino Unido, descobriram que os suricatos mantêm tradição. A descoberta é o resultado de dez anos de observações de diferentes grupos destes animaizinhos sociáveis.

Alex Thornton e seus colegas do Departamento de Zoologia investigaram vários grupos de suricatos no Kalahari – deserto localizado no sul da África – e descobriram que os membros de alguns destes grupos acordavam e saíam de suas tocas mais tarde que outros de grupos vizinhos.

Supondo que a diferença nos padrões comportamentais existentes entre os grupos pudesse ser explicada em função de tradição local espalhada pelo aprendizado, os zoólogos testaram várias hipóteses para comprovar que as diferenças não eram devidas a fatores genéticos ou ambientais, mas à difusão social de informações.

“Estudos das tradições dos animais são essenciais para compreender as origens biológicas da cultura humana”, explicou Dr. Thornton.

A região do Kalahari estudada pela equipe é compartilhada por quinze grupos de suricatos. Por apresentar as mesmas características ecológicas, o fator ambiental foi descartado como causa das diferenças observadas nos grupos. Tampouco o fator genético exercia influência no comportamento, dado que foi observado que os suricatos machos viviam em grupos diferentes daqueles em que tinham nascido. Portanto, os genes eram disseminados e misturados entre os grupos.

“Descobrimos que os novos imigrantes adotavam o comportamento dos membros de seu novo grupo. Também as diferenças entre os grupos eram mantidas apesar das mudanças em um mesmo grupo, de tamanho e estrutura, decorrentes da morte e nascimento de seus membros”, disse Dr. Thornton. “Assim, parece que, como o chá da tarde ou um aperitivo antes do jantar, as horas de levantar da cama dos suricatos variam conforme as tradições locais que passam através de gerações”.

Veja também:

Balança mas não cai: rã usa vibrações de galhos para disputar território
No coração de mãe, sempre cabe mais um: esquilos vermelhos adotam órfãos
Tudo pela fama? Chipanzés imitam indivíduos mais populares do grupo
Elefantes têm sinal específico para alertar sobre presença de abelhas
Abelhas preferem flores com néctar que possui nicotina e cafeína
Macacos bonobos vivem juventude eterna e compartilham tudo
Comportamento dos macacos é menos racional do que se pensava