Córneas artificiais de moscas comuns são fabricadas em laboratório

Novo método permite obter moldes de córneas de moscas e outras estruturas biológicas em escala nanométrica.

taniager

13 Agosto 2010 | 11h14

Os pesquisadores conseguiram fabricar córneas artificiais a partir de nove córneas de moscas comuns. Crédito: cortesia de A. Lakhtakia et al.

Os pesquisadores conseguiram fabricar córneas artificiais a partir de nove córneas de moscas comuns. Crédito: cortesia de A. Lakhtakia et al.

Uma equipe de pesquisadores da Universidade Autônoma de Madri (UAM), Espanha, e da Universidade da Pensilvânia, EUA, conseguiu produzir réplicas de córneas de moscas comuns. O feito é resultado de novo método desenvolvido que permite obter moldes de córneas de moscas e outras estruturas biológicas em escala nanométrica.  O artigo foi publicado na revista Bioinspiration & Biomimetics recentemente.

Para fabricar as réplicas, os cientistas produziram um molde metálico incrustando nove córneas de moscas em um substrato de vidro. Sobre estas córneas eles fizeram crescer uma película de níquel, utilizando uma técnica que inclui a evaporação térmica e a rotação simultânea do substrato em vários eixos em uma câmara de vácuo. As novas córneas foram fabricadas com polímeros a partir destes moldes.

Segundo Raúl J. Martín Palma, coautor do trabalho e professor no Departamento de Física Aplicada da UAM, o molde reproduz com grande fidelidade as características da amostra biológica inicial, em escala de cerca de 200 nanômetros.

Por terem a capacidade de captar a radiação solar a partir de vários ângulos, as córneas de moscas sintéticas poderão ser empregadas no desenvolvimento de células solares de alta eficiência.  Vários modelos de cristais fotônicos, dispositivos ópticos capazes de manipular a luz no espectro eletromagnético, poderão ser projetados conforme a finalidade desejada, como em painéis solares.

Martín Palma explica que os olhos artificiais também poderiam ser utilizados em câmaras miniaturizadas (endoscópios, câmaras de segurança, computadores portáteis), em sensores ópticos integrados em espaços reduzidos (em carro ou avião), em monitores e cartões de crédito graças as suas peculiares propriedades ópticas.

Veja também:

Técnica protege pacientes durante tratamento para câncer de olho
“Visão de mundo” das abelhas: olho artificial do inseto dá as coordenadas
Simulador de terremoto mostra como olhos e ouvidos mantêm equilíbrio
Cientistas criam retina em estágio inicial a partir de células-tronco
Olho biônico deixa a ficção para se tornar realidade em breve
Células-tronco recuperam visão de roedores com retinite pigmentosa
De olhos bem abertos: esteroides contra retinopatia diabética