Cercando o câncer: melanoma pode ser retardado pela "adição" de gene

Embora mais estudos sejam necessários, o trabalho é promissor porque promete uma nova abordagem na luta contra este tipo de câncer.

root

08 Julho 2010 | 17h12

Nos experimentos, o aumento dos níveis de miR-193b fez diminuir os índices de uma proteína conhecida como ciclina D1 – retardando o crescimento das células de melanoma.

Nos experimentos, o aumento dos níveis de miR-193b fez diminuir os índices de uma proteína conhecida como ciclina D1 – retardando o crescimento das células de melanoma.

Uma nova pesquisa da Universidade Queen, no Canadá, mostrou que o crescimento do melanoma, uma das formas mais agressivas de câncer de pele, pode ser retardado quando um gene pouco conhecido chamado microRNA 193b é adicionado.

Victor Tron, chefe de patologia e medicina molecular, focou as atenções no microRNA 193b quando ele descobriu que este era deficiente em tumores de melanoma e porque há poucos estudos sobre o gene. O microRNA 193b foi apenas conhecido há dez anos.

“Nosso experimento foi tal qual uma expedição de pesca no começo”, diz Tron. “Pensávamos que o 193b poderia ser importante, mas o fato é que nós tivemos uma grande surpresa – o melanoma realmente abrandou quando nós adicionamos o 193b -, algo realmente surpreendente”.

Nos experimentos, o aumento dos níveis de miR-193b fez diminuir os índices de uma proteína conhecida como ciclina D1 – retardando o crescimento das células de melanoma. As experiências em laboratório com amostras de tecidos demonstra que miR-193b desempenha um papel no processo do melanoma.

Embora mais estudos sejam necessários para determinar até que níveis de microRNA poderiam subir para atuar contra o tumor, o trabalho é promissor já que mostra um novo caminho em busca do desenvolvimento de drogas mais potentes contra o um câncer altamente letal.

Veja também:

Cientistas descobrem meio de bloquear proteína que “ajuda” células do câncer
Cientistas bloqueiam diferenciação de células estaminais do câncer
Bronzeamento artificial aumenta risco de melanoma em todas as idades
Vacina contra melanoma será testada em pacientes no Reino Unido
Melanoma NÃO é causado por exposição precoce a raios UVA