Descoberta de música celestial produzida pelo Sol inspira astrofísicos

Pesquisadores descobrem que vibrações longitudinais na atmosfera magnética do Sol provocam sons harmoniosos.

taniager

21 Junho 2010 | 18h26

Loops magnéticos do halo formando harmônicas solares. O comprimento dos loops é de aproximadamente 100mil km. Crédito: cortesia de TRACE.

Loops magnéticos do halo formando harmônicas solares. O comprimento dos loops é de aproximadamente 100mil km. Crédito: cortesia de TRACE.

A atmosfera solar é ainda um mistério esperando por muitas investigações. Um estudo recente da Universidade de Sheffield mostra pela primeira vez como vibrações longitudinais na atmosfera magnética do Sol provocam sons harmoniosos. No estudo, os físicos combinaram teoria matemática em mais alto grau de desenvolvimento com observações fornecidas por satélites.


O resultado foi surpreendente: o movimento de loops magnéticos gigantescos do halo solar são os responsáveis pelos sons musicais. Mais ainda, os físicos descobriram que estes sons são decrescentes.

Os loops solares são grandes estruturas magnéticas, com aproximadamente 100 mil quilômetros de extensão,  em forma de cacho de bananas que preenchem o halo do Sol. Acredita-se que eles  governem a física do halo e sejam os responsáveis por enormes explosões atmosféricas, conhecidas como “chamas solares”.

Cromosfera da atmosfera solar. Padrões brilhantes correspondem ao fluxo magnético concentrado. Crédito: cortesia de SOHO.

Cromosfera da atmosfera solar. Padrões brilhantes correspondem ao fluxo magnético concentrado. Crédito: cortesia de SOHO.

Os físicos estudaram o movimento periódico (oscilante) dos loops e constataram que a música decorre de oscilações transversais – como notas resultantes de uma corda de violão sendo puchada – e oscilações longitudinais – como a de notas produzidas por um instrumento de sopro.  Fazendo ainda uma analogia com a corda, quando seu comprimento e sua espessura são fixados, a inclinação da nota é determinada pela tensão da corda e o tom é composto pelas harmônicas dos modos de oscilação.

A música do halo solar é uma ferramenta única e sem precedentes para o estudo da atmosfera magnética solar. Os métodos aplicados a este estudo – técnica denominada “sismologia magneto solar” – são muito parecidos com os da sismologia utilizados por geólogos para prever terremotos.

Veja também:

Efeito Mozart: trabalho refuta ideia de que música aumenta inteligência
Pessoas com Alzheimer memorizam melhor mensagens cantadas
Ciência decifrando a arte: pesquisa mostra a “mágica” de Rembrandt