Encontrado novos caminhos de regeneração da medula espinhal

Pesquisadores demonstram como vários outros tipos de células contribuem para a formação de novas células do sistema nervoso.

root

08 Outubro 2010 | 14h56

Pesquisadores de todo o mundo acreditam que células-tronco poderão um dia ajudar a recuperar lesões da medula óssea, devolvendo o movimento a pessoas que não podem mais andar.

Pesquisadores de todo o mundo acreditam que células-tronco poderão um dia ajudar a recuperar lesões da medula óssea, devolvendo o movimento a pessoas que não podem mais andar.

Mais um trabalho indica o potencial das células-tronco no tratamento de danos à medula. Pesquisadores do Instituto Karolinska mostraram que elas podem, junto com outras células, reparar tecidos danificados da medula espinhal de ratos. Mais: eles publicaram um artigo na Cell Steam Cell mostrando como células-tronco e vários outros tipos de células contribuem para a formação de novas células do sistema nervoso, uma vez que a produção é drasticamente transformada após um trauma.

A equipe identificou um tipo de célula-tronco chamada célula ependymal na medula espinhal, que ficam inativas em um organismo saudável. A formação de células é feita principalmente por meio da divisão de células mais maduras. Quando a medula é atingida, no entanto, estas células-tronco são ativadas para se tornarem a principal fonte de novas células.

As células-tronco em seguida dão origem a células que formam os tecidos de cicatrização e de um tipo de célula de apoio que funciona como um importante componente de funcionalidade da medula. Uma determinada família de células conhecidas como astrócitos maduros produz grandes quantidades de células formadoras da cicatriz após a lesão.

“As células estaminais têm certo efeito positivo após a lesão, mas não o suficiente para a funcionalidade da medula ser restaurada”, explica Jonas Frisen, responsável pela pesquisa. “Uma questão interessante é saber se compostos farmacêuticos podem ser identificados para estimular as células, formando mais células de apoio, com o intuito de melhorar a recuperação funcional após um traumatismo da coluna vertebral”.

Veja também:

Técnica com célula-tronco oferece novas formas de tratar a cegueira
Identificada proteína que modela células-tronco do sangue
Células-tronco adultas da mama de roedores são identificadas e isoladas