Especialista alerta: réplicas do terremoto na Turquia devem ocorrer

Tremores secundários podem ser observados em locais próximos ao local do terremoto principal, devido à liberação de tensões residuais na crosta.

root

08 Março 2010 | 17h58

Terremoto na Turquia atingiu 6 graus de magnitude. Especialista afirma que réplicas serão sentidas durante vários dias.

Terremoto na Turquia atingiu 6 graus de magnitude. Especialista afirma que réplicas serão sentidas durante vários dias.

Bob Holdsworth, especialista em risco do departamento de Ciências da Terra da Durham University, na Inglaterra, afirma que réplicas do terremoto que abalou o leste da Turquia na madrugada de hoje devem ser observadas durante alguns dias. Para ele, o alerta deve ser dado porque muitas casas e construções ainda correm o risco de desabamento. 

“Tremores secundários são observados em locais próximos ao local do terremoto principal, devido à liberação de tensões residuais na crosta terrestre”, afirma Holdsworth. Segundo o pesquisador, estas tensões normalmente diminuem de intensidade com o tempo de uma forma bastante previsível. 

O epicentro do terremoto está próximo a uma interseção de duas principais zonas de falhas na Turquia, cujo histórico de atividades sísmicas é vasto. “Tectonicamente, a região se encontra no ponto de convergência de três grandes placas, com falhas dirigidas pelo norte, entre as placas arábicas e do mar da Eurásia, espremendo a península ocidental turca – a placa da Anatólia – no oeste com o Mar Mediterrâneo”, explica ele. 

Em janeiro, após o terremoto que assolou o Haiti, pesquisadores do Karlshure Institute for Technology e do GFZ German Research Centre for Geosciences publicaram um artigo na Nature Geoscience evidenciando o alto risco de haver um terremoto na Turquia. Simulações em computadores mostraram que Istambul poderia ser atingida por uma série de abalos sísmicos na região.