Desvendado segredo de peixe que resiste a temperaturas negativas

Estudo demonstra como uma proteína anticongelamento presente no sangue do animal impede que moléculas de água se congelem ao seu redor.

root

25 Agosto 2010 | 13h50

Peixe Dissostichus mawsoni não congela a menos - 1,8ºC. Crédito: Ruhr-Universität Bochum.

Peixe Dissostichus mawsoni não congela a menos - 1,8ºC. Crédito: Ruhr-Universität Bochum.

Como peixes conseguem sobreviver nas águas geladas do Oceano Ártico? Melhor: como estes animais não congelam com as baixas temperaturas? De acordo com pesquisadores da RUHR-Universitat Bochum, na Alemanha, o segredo está em uma proteína anticongelamento no sangue, capaz de impedir as moléculas de águas circundantes de congelar – mantendo o entorno “fluído”.

É de se supor que a -1,8ºC o frio congele os peixes, uma vez que o ponto de congelamento destes bichinhos é de cerca de – 0,9ºC. A forma como eles permanecem em movimento a temperaturas tão baixas tem intrigado cientistas há muito tempo. Meio século atrás, as proteínas de proteção especial “anticongelamento” foram encontradas. Entretanto, faltava explicar como elas atuavam.

Os pesquisadores então usaram uma técnica especial, a espectroscopia de terahertz, para desvendar o mecanismo subjacente. Ao gravar o movimento coletivo de moléculas e água e proteínas, com a ajuda da radiação terahertz, a equipe foi capaz de mostrar que as moléculas de H20 normalmente executam uma dança na água líquida mais organizada na presença desta arma secreta. Isso impede que novas ligações sejam feitas.

“Pudemos ver que a proteína tem um efeito especial de longo alcance sobre as moléculas de água ao redor dele (peixe)”, diz Konrad Meister, co-autor do trabalho. “Este efeito que impede a cristalização do gelo é ainda mais pronunciada em temperaturas baixas do que em temperatura ambiente”, acrescenta Martina Havenith, responsável pela pesquisa.

Veja também:

Bizarras e engraçadinhas: as dez espécies mais interessantes de 2009
Consumo de peixe pode ter aumentado o cérebro de hominídeos
Pesquisadores mostram que ratos também têm expressão facial de dor
Tudo pela fama? Chipanzés imitam indivíduos mais populares do grupo
Minha casa, sua casa: “invasores” podem coexistir com nativos em paz
Proteína que impede congelamento também impede que gelo derreta
Água congela a temperaturas diferentes em superfícies carregadas