Sal: aumento de angiotensina causa hipertrofia do miocárdio

root

20 Janeiro 2010 | 18h01

Organização Mundial da Saúde (OMS) recomenda consumo máximo de 6 gramas de sal ao dia.

Organização Mundial da Saúde (OMS) recomenda consumo máximo de 6 gramas de sal ao dia.

Sal em excesso aumenta a pressão. Também aumenta o tamanho do coração. Um estudo conduzido na Faculdade de Medicina da USP (FMUSP) pela biomédica Daniele Nunes Ferreira e divulgado pela Agência USP de Notícias mostra que a produção do peptídeo angiotensina, responsável pelo controle da pressão arterial e regulação da excreção renal de sódio, é aumentada pelo consumo excessivo de cloreto de sódio, causando crescimento celular.

O processo acontece quando a angiotensina se liga a um receptor que há na superfície das células, chamada AT1. O efeito final é a hipertrofia do miocárdio, ou aumento do tamanho do coração. O problema, por sua vez, desencadeia a isquemia, que é a falta de suprimento sanguíneo para o tecido do coração, e a fibrose, que pode causar insuficiência cardíaca.

Até então, pesquisadores sabiam que o consumo excessivo de sal poderia contribuir para a hipertrofia do miocárdio. A pesquisa de Daniele mostrou a razão, embora ainda não se saiba ainda como o sal aumenta a angiotensina no organismo.