Lançamento de foguete brasileiro é realizado com sucesso em Alcântara

Amostras que ficaram em ambiente de microgravidade foram recuperadas e podem render até cinco anos de pesquisas em diversas áreas.

root

13 Dezembro 2010 | 14h09

Crédito: Edson Haruki/Agência Espacial Brasileira.

Crédito: Edson Haruki/Agência Espacial Brasileira.

O foguete de sondagem brasileiro VSB-30 foi lançado com sucesso neste domingo (dia 12) do Centro de Lançamento de Alcântara (CLA), no Maranhão, marcando a última fase da Operação Maracati II. O objetivo era oferecer um ambiente de microgravidade para que testes científicos, tecnológicos e educacionais fossem realizados.

O VSB-30 foi lançado às 12h35, atingiu um apogeu de 242 quilômetros de altura e um alcance de 145 quilômetros. O tempo de voo foi de 16 minutos, sendo que pelo menos cinco minutos foram em ambiente de microgravidade. A equipe envolvida conseguiu rastrear e recuperar a carga útil – amostras para serem estudadas após a queda livre (e aparente falta de peso – com sucesso. É a primeira vez que o programa da AEB consegue realizar o feito.

Os pesquisadores esperam obter os primeiros resultados das amostras em cerca de três meses. Entre as pesquisas envolvidas, estão o “Estudo do Efeito da Microgravidade sobre a Cinética da Enzima Invertase” e “Nanotubos de Carbono”. Experiências como esta podem render pelo menos cinco anos de estudo.


VSB-30

O VSB-30 é um foguete que possui dois estágios, mede 12,6 metros e usa propelente sólido. Ele é capaz de manter amostras em ambientes de microgravidade (queda livre) por até seis minutos acima de 110 quilômetros de altitude, sem resistência atmosférica ou aceleração dos propulsores. Já foi lançado sete vezes na Europa e três vezes no Brasil.

Veja também:

Processo de fundição reduz custo de produção de fibras termoplásticas
Missão da NASA deve levar nave para “dentro” da atmosfera solar
Física verde: experiências com fusão nuclear prometem energia limpa

VLB
Brazilian rocket is launched successfully, and samples