Medicamento pode recuperar coração e prevenir insuficiência cardíaca

Droga mostrou ser capaz de reverter efeitos nocivos da autofagia em células do músculo cardíaco de ratos.

root

31 Maio 2011 | 09h28

Insuficiência cardíaca é a condição em que o coração tem dificuldades de bombear sangue.

Um medicamento que está se mostrando promissor no tratamento do câncer também pode restaurar a função de corações que estão falhando em função da pressão alta, de acordo com pesquisadores do UT Southwestern Medical Center. A droga, um tipo de histona-desacetilase (HDAC), mostrou em ensaios clínicos que pode reverter os efeitos nocivos da autofagia em células do músculo cardíaco de ratos, processo natural pelo qual as células “comem” suas próprias proteínas para adquirir recursos necessários em situações de estresse. O novo estudo aparece na Proceedings of National Academy of Sciences.

“Isso abre o caminho para uma nova estratégia terapêutica na doença cardíaca hipertensiva, que podem testar para promover a regressão da doença cardíaca”, diz Joseph Hill, chefe de cardiologia e diretor do Harry S. Moss Heart Center na UT Southwestern.

A equipe já tinha demonstrado que todas as formas de doença cardíaca envolvem a autofagia. Na pressão arterial elevada, por exemplo, há alargamento do coração ou hipertrofia, além da autofagia. Finalmente, a hipertensão pode fazer com que o órgão entre em falência.

Os pesquisadores então usaram ratos com autofagia hiperativa, induzindo hipertrofia e insuficiência cardíaca nos animais. Depois deram a eles um inibidor HDAC para limitar a autofagia. “O coração voltou para perto de seu tamanho normal e sua função, que já tinha sido diminuída, voltou ao normal”, afirma Hill. “Esta é uma importante observação em que a regressão, e não apenas a prevenção, da doença foi observada”.

Veja também:

Proteína produzida naturalmente pode acelerar reparo do coração após infarto
Descoberta proteína que atua de forma protetora durante o ataque cardíaco
Identificado regulador molecular chave para a hipertrofia cardíaca
Quase metade das pessoas com transtorno bipolar é hipertensa
Esteroides podem proteger contra doenças cardiovasculares
Técnica aumenta artérias podendo dispensar ponte de safena
Sal: aumento de angiotensina causa hipertrofia do miocárdio
Sistema parassimpático pode contribuir para insuficiência cardíaca