Pesquisadores iniciam ensaios clínicos com nova droga contra hepatite C

Testes em laboratório mostram que INX-189 pode matar até 90% dos vírus, podendo ser um dos mais potentes medicamentos contra infecção.

root

14 Maio 2010 | 12h10

Droga foi sintetizada pela primeira vez no laboratório de Chris MCGuigan, na Escola Galesa de Farmácia, da Universidade de Cardiff. Crédito: Cardiff University.

Droga foi sintetizada pela primeira vez no laboratório de Chris MCGuigan, na Escola Galesa de Farmácia, da Universidade de Cardiff. Crédito: Cardiff University.

Pesquisadores da Universidade de Cardiff, no Reino Unido, começaram os primeiros testes clínicos com uma droga desenvolvida em 2008 pela Escola Galesa de Farmácia contra o vírus da hepatite C. A INX-189 é administrada oralmente e, em testes de laboratório, mostrou ser capaz de matar 90% dos vírus em baixas concentrações – mostrando-se um dos mais potentes medicamentos contra a infecção até hoje desenvolvidos.

“Esta é ainda uma fase muito inicial do processo de ensaios”, ressalta Chris McGuigan, da Escola Galesa de Farmácia. “No entanto, até agora os progressos têm sido encorajadores, passando do laboratório para testes em humanos em 18 meses”. O pesquisador acredita que a INX-189 oferece uma ação mais rápida, com menos efeitos colaterais.

Cerca de 180 milhões de pessoas são afetadas pela hepatite C no mundo. A infecção viral pode levar ao câncer de fígado, cirrose e até a morte. É a principal causa de transplante hepático em países ocidentais.

Atualmente, o tratamento envolve dois medicamentos – ribavirina e interferon, administrados com injeção. Os efeitos colaterais são comparados aos decorrentes de uma quimioterapia, o que leva muitos pacientes a desistir do tratamento.

A empresa norte-americana Inhibitex, que detém a licença do INX-189 e trabalha com a equipe de Cardiff, começa agora a testar a droga em voluntários saudáveis para verificar se o composto é seguro. Uma segunda triagem, que pode começar ainda este ano, deverá avaliar se o medicamento é realmente eficaz em pacientes com hepatite C.

Veja também:

Nova abordagem permitirá criação de drogas potentes contra hepatite C
Pessoas com cirrose biliar primária têm o dobro de chance de sofrer quedas
Obesidade e álcool formam coquetel explosivo em favor da cirrose