Pessoas que conseguem parar de fumar são mais felizes

Largar o vício pode não ser tão ruim assim: de acordo com uma nova pesquisa, largar o cigarro melhora o humor de fumantes.

root

03 Dezembro 2010 | 12h10

Parar de fumar é, certamente, saudável para o corpo. Além disso, faz bem para a mente. Pesquisadores norte-americanos acompanharam os sintomas da depressão em pessoas que estavam tentando largar o cigarro e descobriram que quem consegue, finalmente, viver sem o tabaco é bem mais feliz.

“A hipótese tem sido, muitas vezes, que as pessoas fumam porque o cigarro tem propriedades antidepressivas e que parar de fumar pode desencadear um episódio depressivo”, diz Christopher Kahler, autor correspondente e professor de pesquisa em saúde na Universidade Brown. “O que é surpreendente é que no momento em que se mede o humor dos fumantes, mesmo que eles só conseguiram parar por pouco tempo, já apresentam menos sintomas de depressão”.

Kahler e colegas da Brown, The Miriam Hospital, e da Universidade do Sul da Califórnia estudaram um grupo de 236 homens e mulheres que queriam parar de fumar e que também passaram a ser alcoólatras. Eles receberam adesivos de nicotina e aconselhamento para abandonar o vício e, em seguida, fixaram uma data limite para parar de fuma ou reduzir o consumo. Os participantes passaram por um teste padronizado de sintomas de depressão, uma semana antes da data e, em seguida, dois, oito, 16 e 28 semanas após essa data.

Dentre os participantes, 29 exibiram um de quatro diferentes comportamentos ao parar de fumar: 99 indivíduos nunca se abstiveram, 44 foram apenas abstinentes na avaliação de duas semanas, 33 conseguiram permanecer livres de fumo em exames de duas e oito semanas, 33 conseguiram ficar sem fumar durante todo o estudo.

O mais esclarecedor – e um tanto dramático – ficou por conta dos que só pararam temporariamente. O humor desses indivíduos esteve ótimo no exame quando estavam abstinentes. Depois de voltar a fumar, o humor piorava, em alguns casos a níveis mais elevados de tristeza do que antes. Os indivíduos que nunca pararam de fumar permaneceram infelizes ao longo do estudo. Os que pararam e ficaram abstêmios ficaram mais felizes desde o início e permaneceram intensamente felizes.

Olhando para os dados, Kahler acredita ser difícil acreditar que o tabagismo é um meio eficaz para “medicar” sentimentos negativos e depressão – mesmo que algumas pessoas fumem pensando assim. Na verdade, o oposto é mais provável: quem deixa de fumar alivia os sintomas depressivos. “Se param de fumar e seus sintomas depressivos diminuem, e se têm recaída, o humor volta, um antidepressivo eficaz deverá ter um efeito parecido com isso”, ressalta o pesquisador.

than when smoked