Apenas 15% dos sistemas solares são como o nosso no universo

root

06 Janeiro 2010 | 19h06

Sistema solar como o nosso pode ser minoria, mas não irrelevante dado o número de estrelas no universo.

Sistema solar como o nosso pode ser minoria, mas possibilidades de encontrarmos vida são expressivas.

Em todo o universo, apenas 15% dos sistemas solares são como o nosso. É o que astrônomos da Universidade de Ohio concluíram em novo estudo anunciado durante o American Astronomical Society Meeting em Washington.

O método que astrônomos do mundo todo utilizaram para contribuir para a pesquisa se vale do efeito de microlente gravitacional, que ocorre quando uma estrela passa na frente de outra. A estrela mais próxima da Terra amplia a luz da estrela mais distante, como uma lente. Se objetos estão na órbita da estrela ampliada, é possível detectar planetas gigantes nos confins do Sistema Solar.

As conclusões são resultado de um trabalho de dez anos e se resumem a uma análise estatística: nos últimos quatro anos, o método identificou apenas um sistema solar como o nosso – com dois planetas de gás gigantes, semelhantes a Júpiter e Saturno. Antes, acreditava-se ser possível encontrar pelo menos seis, se cada estrela tivesse um sistema como o do Terra. O ritmo da descoberta faz sentido apenas se um pequeno número de sistemas – em torno de 15% – é como o nosso, argumentam os astrônomos.

Pode parecer desanimador para quem busca por vida, como a conhecemos, lá fora. Nosso sistema solar pode ser minoria no universo, mas com milhares de milhões de estrelas existentes, 15% de algumas centenas de milhões de sistemas parecem ser bastante relevantes.

Veja também:

Explosão espetacular de estrela gigante indica presença de antimatéria no espaço
NASA identifica cinco planetas gigantes gasosos fora do Sistema Solar
Atmosfera e oceanos não foram formados por vulcões gasosos