Sonda Cassini vai revelar intimidade da lua de Saturno

Sonda Cassini vai revelar intimidade da lua de Saturno

Da redação

26 Março 2012 | 20h05

A sonda Cassini deve fazer amanhã a maior aproximação com o pólo sul de Encélado, uma das mais intrigantes luas de Saturno. A região desperta o interesse de muitos cientistas porque lança jatos d’água responsáveis por formar um ‘anel de vapor’ ao redor do planeta, dando pistas sobre a água presente na atmosfera do gigante. Espera-se que a nave chegue a apenas 74 quilômetros do satélite natural e consiga obter informações mais detalhadas a respeito das partículas que compõem os jatos, composição e densidade deste imenso ‘chuveiro’.

Este será apenas o primeiro passo de uma abordagem ainda mais ‘íntima’ na região. A agência espacial americana Nasa planeja uma incursão a apenas 25 quilômetros do extremo sul de Encélado em 2015. Todo esforço é válido: a existência de pontos quentes – conhecidos como ‘listras de tigres – de onde ‘brotam’ esses jatos sugere que há dentro de Encélado um grande reservatório subterrâneo de água salgada. Somada com as evidências de compostos orgânicos, também indicados pela sonda Cassini, a informação sustenta a ideia de muitos astrofísicos de que essa lua seria o segundo local do Sistema Solar onde a vida cairia muito bem. Além disso, aparentemente é a único satélite natural capaz de influenciar a composição de Saturno.

Veja também:

Astrônomos acreditam que Encélado ‘bamboleia’ ao redor de Saturno
Desvendada a origem do anel gigante de vapor d’água de Saturno
Cassini envia imagem recente da lua Helene de Saturno

Mais conteúdo sobre:

EncéladoSaturno