Tão longe, tão perto: o mero fato de escutar a voz materna acalma

Resposta hormonal ao estresse é igual em meninas que estão na presença das mães e aquelas que escutam a voz materna.

root

12 Maio 2010 | 19h59

Resposta hormonal ao estresse é igual em meninas que estão na presença das mães e aquelas que escutam a voz materna.

Resposta hormonal ao estresse é igual em meninas que estão na presença das mães e aquelas que escutam a voz materna.

Não são apenas os beijos e abraços: o mero fato de escutar a voz da mãe pode acalmar os nervos. De acordo com uma pesquisa realizada pela Universidade Wisconsin-Madison, nos EUA, receber um telefonema da mãe pode liberar um poderoso hormônio que diminue a tensão.

A equipe testou um grupo de meninas com 12 anos de idade, elevando os seus níveis de estresse pela exposição das adolescentes a uma plateia estranha durante a apresentação de problemas de matemática. “Encarar um desafio como esse, de ser avaliado, eleva o estresse na maioria das pessoas”, explica Seth Pollak, professor de psicologia e diretor do Laboratório de Emoções Infantis da universidade.

Uma vez “estressadas”, um terço das garotas pôde ser confortada pela presença das mães, um terço assistiu a vídeos com exposição de conteúdo emotivo neutro e o resto das meninas falou com a mãe ao telefone.

A resposta hormonal ao estresse foi igual nas meninas que tiveram o abraço das mães e nas que escutaram a voz e os conselhos maternos. Os níveis de oxitocina, o chamado “hormônio do amor”, foram elevados, indicando que a sua liberação não depende do contato físico.

O trabalho, além de demonstrar que o hormônio que acalma também pode ser duradouro, mostra como a regulação do estresse pode ser diferente nos homens e nas mulheres. “Aparentemente, o hormônio oxitocina reduz o estresse em mulheres após os dois tipos de contato, e isso pode fortalecer os laços entre os indivíduos”, ressalta Pollak.

Veja também:

Ratos carinhosos com a prole desenvolvem novas células cerebrais
Spray de hormônio oxitocina faz homens ficarem mais sensíveis
Esteroide encontrado no extrato de romã aumenta contrações uterinas