Telescópio espacial Planck revela "resquícios" do Big Bang no universo

Imagem mostra Via Láctea e radiação cósmica de fundo que passou a circular no universo após a grande explosão que deu origem às galáxias.

root

05 Julho 2010 | 16h40

A Agência Espacial Europeia (ESA) divulgou hoje a imagem do cosmo captada pelo telescópio espacial Planck, que mostra não apenas o disco principal de nossa galáxia (atravessando o meio da imagem), como as serpentinas luminosas de poeira fria – acima e abaixo da Via Láctea. O mais impressionante, porém, fica por conta do “pano de fundo” manchado na parte superior e inferior, indicando a radiação cósmica de fundo (RCF) que restou da grande explosão há cerca de 13,7 bilhões de anos que deu origem ao universo: “pegadas” do próprio Big Bang.

Enquanto a Via Láctea nos mostra como o universo “local” é agora, estas microondas cósmicas que tingem a imagem ao redor – resquícios da grande explosão – podem mostrar como o universo foi nos tempos de sua criação. Antes, não havia nem estrelas nem galáxias. A partir das imagens da missão Planck, pesquisadores podem chegar mais perto do que aconteceu nos primórdios de tudo a partir do padrão deste fundo manchado.

O padrão de microondas é a marca digital do cosmo a partir do qual os aglomerados e superaglomerados de galáxias foram formados. As diferentes cores representam diferenças mínimas de temperatura e densidade de matéria no universo. De alguma maneira, estas pequenas irregularidades evoluíram a regiões mais densas, que hoje são as galáxias.

O telescópio Planck faz uma verredura de todo o céu. Entretanto, o que está “escondido” em suas imagens pode ser desvendado digitalmente para que astrônomos consigam ver o fundo de microondas na sua totalidade. A grande expectativa é de que esta “fotografia” consiga revelar a assinatura cósmica primordial de um período chamado de inflação – uma era que teoricamente ocorreu logo após o Big Bang e que resultou na drástica expansão do universo em um período muito curto.

Veja também:

Nascimento de estrela é observado no “berçário” de Perseus
Estudo revela por que enormes buracos negros se tornam ativos
Large Binocular Telescope oferece imagem até dez vezes mais nítida
Telescópio Herschel encontra buraco ao lado de berçário estelar
Planck revela imagens surpreendentes da nebulosa de Órion e Via Láctea
Imagem de incrível berçário estelar é captada na nebulosa de Rosette
Cientistas identificam nova espécie de supernova “monstruosa”