Invisível visível: informação verbal melhora a detecção visual

Imagens muito rápidas podem ser identificadas se o nome do objeto exibido em flashes for ouvido pelo telespectador.

root

12 Julho 2010 | 15h33

Mensagens subliminares podem ser veiculadas tão rapidamente que o telespectador será incapaz de ver.

Mensagens subliminares podem ser veiculadas tão rapidamente que o telespectador será incapaz de ver.

Sabe aquela história de uma cena aparecer tão rápido que o telespectador é incapaz de processar a imagem, a tal mensagem subliminar? Psicólogos da Universidade da Pensilvânia e Universidade da Califórnia, nos EUA, descobriram que é possível “tornar o invisível visível”: se a pessoa ouvir o nome do objeto exibido rápido demais, ela conseguirá detectá-lo.

A série de experimentos foi publicada na PLosONE, mostrando como a habilidade dos participantes aumentou ao ouvir o nome do objeto que estava sendo mostrado em flashes de 50 milissegundos – o que tornaria a imagem imperceptível aos olhos humanos. De forma surpreendente, ver a imagem antes de ser exposta em flashes não conseguiu surtir o mesmo efeito.

O estudo demonstra que uma informação verbal pode mudar a forma como vemos, aumentando a sensibilidade perceptiva. Pode influenciar até mesmo as formas mais elementares de processamento visual.

“Esta pesquisa fala da ideia de que a percepção é moldada a cada momento, pela linguagem”, diz Gary Lupyan, professor assistente no Departamento de Psicologia de Penn e responsável pela equipe. “Apesar de terem sido testados apenas falantes da língua inglesa, os resultados sugerem que as palavras em diferentes idiomas escolhem coisas diferentes no ambiente de aprendizagem, diferentes línguas podem moldar a percepção em sutis, mas persuasivas formas”.

Veja também:

Simulador de terremoto mostra como olhos e ouvidos mantêm equilíbrio
Modelo mostra como cérebro se torna flexível durante crescimento
Cérebro “vê” mãos mais gordinhas e mais curtas do que realmente são
Inteligência artificial: novo modelo computacional reconhece objetos