Pesquisadores se empenham na criação de vacina terapêutica para o mal de Parkinson

root

05 Agosto 2010 | 15h17

Ilustração da doença de Parkinson feita no ano de 1886. Crédito: Wikipedia.

Ilustração da doença de Parkinson feita no ano de 1886. Crédito: Wikipedia.

Químicos da Universidade do Texas, nos EUA, estão empenhados na criação de uma vacina terapêutica para o mal de Parkinson, doença crônica progressiva cujos sintomas incluem tremores, lentidão de movimentos, rigidez nos braços e pernas, fala arrastada e instabilidade. De acordo com os pesquisadores, a vacina deve evitar o acúmulo de proteínas alfa-sinucleina no cérebro.

“Se conseguirmos diminuir o acúmulo da proteína, acredito que também possamos retardar a deterioração das células nervosas relacionadas ao movimento do corpo”, diz Rowen Chang, responsável pelo projeto no UTHealth Brown Foundation Institute.

Uma vacina é basicamente uma forma de estimular o sistema imunológico de uma pessoa de forma direcionada, pela inserção de uma pequena quantidade de um agente ligado à doença. Quando o organismo reconhece este agente, passa a produzir anticorpos para atacá-lo.

Para o estudo, a equipe comparou três diferentes tipos de agentes. “Encontramos um imonógeno muito promissor que pode impedir a agregação da alfa-sinucleina”, explica Chuntao Jiang, que também está envolvido no trabalho. “O próximo passo é medir os efeitos da imunização em um modelo de ratos”. Se der certo, os ensaios clínicos (com pessoas) poderão começar a ser feitos.

A doença de Parkinson, condição descrita há dois séculos, está associada à morte celular na massa negra – responsável pela modulação da circulação e produção de dopamina, um importante mensageiro químico do cérebro que direciona os sinais que permitem a uma pessoa controlar os seus movimentos.

Veja também:

Pesquisadores encontram nova pista para doenças neurodegenerativas
Vitamina D pode prevenir e até mesmo atuar contra o Parkinson
Estimulação da medula espinhal pode aliviar sintomas do Parkinson
“Marca-passo do cérebro” pode ser criado em alguns anos
Cientistas desvendam mecanismo relacionado aos tremores nas mãos