Veneno da saliva de caracóis do mar pode virar pílulas de analgésico

Pegajoso animal do mar já havia auxiliado pesquisadores antes no desenvolvimento de um potente analgésico que deveria ser injetado na medula.

root

28 Julho 2010 | 23h02

Pegajoso animal do mar já havia auxiliado pesquisadores antes no desenvolvimento de um potente analgésico que deveria ser injetado na medula espinhal.

Pegajoso animal do mar já havia auxiliado pesquisadores antes no desenvolvimento de um potente analgésico que deveria ser injetado na medula espinhal.

Não é ciência maluca. Pesquisadores da Universidade Queensland, na Austrália, realmente desenvolveram uma nova versão de um medicamento a partir da saliva de caracóis do mar. Para os que torcem o nariz só de escutar, vai o consolo: o forte analgésico – tão eficaz quanto a morfina – poderia ser administrado em forma de pílulas, aliviando a dor de muita gente.

Em artigo publicado na Chemical & Engineering News, os pesquisadores afirmam que a saliva dos caracóis contém substâncias químicas que ajudam estas lentas criaturas a capturarem presas. Antes, o potencial deste cuspe venenoso dependeria da injeção das drogas diretamente na medula espinhal das pessoas, o que limitava o seu uso.

Agora, a equipe desenvolveu uma maneira de fazer com que as substâncias analgésicas presentes na saliva dos pegajosos animais sejam administradas oralmente. Além de aliviar a dor, não oferece risco de causar dependência química, como é o caso da morfina.

Veja também:

Além de analgésico potente, morfina pode inibir crescimento do tumor
Veneno forte pode também atuar como remédio para leucemia
Pesquisadores usam escorpião brasileiro para entender pancreatite