50 BILHÕES DE PLANETAS

50 BILHÕES DE PLANETAS

Herton Escobar

22 Fevereiro 2011 | 23h59

Revisando algumas das notícias que saíram da última reunião anual da Associação Americana para o Avanço da Ciência (AAAS), em Washington, deparei-me com este número:

Cientistas ligados à missão do telescópio espacial Kepler estimam, com base em resultados preliminares, que a Via Láctea (a galáxia na qual vivemos) tenha algo em torno de 50 bilhões de planetas. E cerca de 500 milhões deles estariam na chamada “zona habitável” — nem muito perto nem muito longe de suas estrelas, em condições de temperatura mais propícias ao desenvolvimento da vida como a conhecemos.

E isso é só na Via Láctea, que é só uma dentre as estimadas 100 bilhões de galáxias que existem no Universo. Então multiplique 50 bilhões por 100 bilhões e comece a contar os zeros … Quem sabe você não encontra um alienígena perdido no meio deles. Imagine só!

(Acima, a foto da galáxia espiral M74. Sabemos que a Via Láctea tem um formato parecido com esta, mas não há fotos da nossa própria, apenas ilustrações, já que não temos como sair dela para fotografá-la de fora. FOTO: NASA, ESA, and the Hubble Heritage)

OBS1: Quando digo “alienígena” quero dizer qualquer tipo de vida, inclusive microscópica, e não necessariamente homenzinhos verdes pilotando discos voadores.

OBS2: Dizer que há 500 milhões de planetas na zona habitável não significa que todos eles tenham vida. Significa apenas que eles estão a uma distância de suas estrelas que permite ter água líquida na superfície, o que é um pré-requisito para o desenvolvimento da vida como a conhecemos.