ATÉ PARECE GENTE!

ATÉ PARECE GENTE!

Herton Escobar

03 Setembro 2009 | 10h27

Hoje de manhã assisti, por acaso, o final de um programa chamado Pé no Chão, do canal Multishow. A apresentadora (Dani Suzuki) estava em algum lugar da Amazônia, acompanhando uma dupla de índios/cabloclos enquanto caçavam macacos no meio da mata.

Estava tudo ótimo, super aventura, até que o caboclo acertou um tiro e eles foram pegar o macaquinho (um macaco-prego, se não me engano) morto no chão da mata. Assim que ela viu o macaco morto, começou a chorar e se recusou a carregar o bicho de volta até o barco.

No fim, ela se explicou aos caboclos, ainda com lágrimas no rosto: “Eu sei que para vocês é normal, mas para nós é muito estranho…. Se fosse uma ave, acho que tudo bem. Mas um macaco é muito estranho, porque parece gente. Ele ficou ali, chorando… a mãozinha dele é igual à de gente.”

Meu resumo da história: Não precisa ser nenhum Darwin para enxergar a evolução. Basta prestar atenção.

abraços