O ANTROPOCENO É NOSSO

O ANTROPOCENO É NOSSO

Herton Escobar

27 Agosto 2010 | 19h21

OIL-SPILL/

FOTO: Reuters/DigitalGlobe

.

Muita gente duvida que o ser humano seja capaz de alterar o clima da Terra com suas emissões de gás carbônico. Será mesmo?

Agora há pouco estava pesquisando algumas informações sobre o vazamento de óleo da BP no Golfo do México, para uma reportagem, e dei de cara com essa foto aí de cima … Impressionante!!! É uma imagem de satélite, feita pouco após a explosão da plataforma, e sobre a qual foram aplicados alguns filtros para realçar a visibilidade do óleo e dos materiais dispersantes jogados na água para desfazer a mancha.

Aquele pontinho de fumaça no meio é a plataforma, obviamente. E repare como ela é pequena comparada ao tamanho da mancha (que, no fim das contas, ficou MUITO MUITO maior do que isso, com milhares de km2 de extensão). Repare como um “furinho” feito no leito do oceano pelo homem pode impactar uma área tão gigantesca, matando milhares de animais e contaminando uma enorme variedade de ecossistemas.

Nós somos pequenos. Mas nosso impacto sobre o planeta é ENORME.

Alguns anos atrás, o cientista holandês Paul Crutzen (prêmio Nobel de química em 1995) propôs que o impacto do homem sobre o planeta é tão significativo que os últimos dois ou três séculos deveriam ser considerados o início de uma nova época geológica, chamada Antropoceno.

Infelizmente, essa honra parece ser mais do que merecida. Imagine só!

Abraços a todos.