Satélite caçador de planetas da Nasa não tem conserto

Satélite caçador de planetas da Nasa não tem conserto

Herton Escobar

15 Agosto 2013 | 15h56

Ilustração: NASA/Kepler Mission/Wendy Stenzel

A Nasa jogou a toalha e desistiu de consertar o Kepler, seu telescópio caçador de planetas extrassolares. Dois dos quatro giroscópios (instrumentos que mantêm o telescópio apontado para o lugar certo com precisão) pararam de funcionar (o primeiro em maio de 2012 e o segundo, em maio deste ano) e a agência espacial não tem como colocá-los de volta em operação. Sem eles, a busca por planetas fora do sistema solar torna-se impossível. A Nasa vai avaliar agora se é possível usar o Kepler para outras finalidades científicas, para não ter de aposentar o telescópio por completo.

De fato, uma grande perda para a astronomia, apesar de o Kepler já ter cumprido sua missão original, funcionando maravilhosamente bem durante quatro anos. Ele fecha a conta com a detecção de 135 planetas extrassolares confirmados até agora e  de outros 3.500 candidatos, cujos dados continuarão a ser peneirados e analisados pela Nasa ao longo dos próximos anos. Poderia ter durado mais, mas já valeu a pena.

O release completo da Nasa pode ser lido neste link: http://www.nasa.gov/content/nasa-ends-attempts-to-fully-recover-kepler-spacecraft-potential-new-missions-considered/#.Ug0cr9LVCRg

Site oficial da missão Kepler: http://kepler.nasa.gov/

Para ler posts anteriores do blog sobre descobertas do Kepler, clique aqui: http://blogs.estadao.com.br/herton-escobar?s=kepler