Biblioteca ecológica na periferia

Estadão

20 Maio 2011 | 17h44

Por Gustavo Bonfiglioli

O Parque Santo Antônio, bairro na zona Sul de São Paulo, ganhou uma biblioteca ecológica para os moradores da comunidade, que será inaugurada no sábado, 21 de maio. No projeto, concebido pelo arquiteto Marcelo Rosenbaum, a cobertura recebeu instalação de telhados verdes. A iniciativa é parte de um projeto social de criar espaços culturais em comunidades na periferia da cidade, chamado A Gente Transforma (AGT).

A Ecotelhado, empresa gaúcha que desenvolveu no Brasil a tecnologia de cobertura verde no topo de casas e edifícios, entrou na ação. Entre as vantagens ecológicas dos “jardins no telhado”, destacam-se principalmente a melhoria da drenagem urbana, isolamento térmico e acústico da construção e o aumento de cobertura verde na área urbana, que contribui na captação de CO2 da atmosfera.

“A ideia foi levar para a comunidade o senso de cuidado, do verde, do conforto que o verde trás e mostrar que um telhado verde é uma idéia simples com baixa manutenção” Manuela Feijó, diretora da Ecotelhado. Confira as fotos da instalação:

ecotelhado_sp1.jpg

Telhados verdes são apontados como uma das soluções para o problema da drenagem urbana. Fotos: Ecotelhado/Divulgação

ecotelhado_sp2.jpg

A tecnologia consiste em plantar uma camada de solo e vegetação sobre material impermeável, que facilita o gerenciamento de águas das chuvas.