Criado o Parque Estadual das Restingas de Bertioga

karinaninni

10 Dezembro 2010 | 20h23

Decreto assinado pelo governador Alberto Goldman e publicado nesta sexta (10) cria o Parque Estadual da Restinga de Bertioga, com 9,3 mil hectares. Ele formará um “corredor ecológico” interligando regiões litorâneas à Serra do Mar, ajudando a conservar a biodiversidade local e seus serviços ambientais. O estabelecimento parque havia sido aprovado pelo Conselho Estadual de Meio Ambiente do Estado de São Paulo (Consema) no fim de outubro.

“A criação do parque representa uma vitória de um processo que contou com amplos estudos técnicos e ajuda a completar uma lacuna importante na conservação da Mata Atlântica, pois não havia nenhuma amostra suficientemente protegida das restingas no centro do estado. Áreas como o parque de Bertioga valorizam ainda mais o turismo nessa região magnífica do litoral brasileiro”, ressaltou Claudio Maretti, superintendente de Conservação do WWF-Brasil.

Bertioga_chamada.jpg

A Mata Atlântica é hoje o mais degradado dos biomas brasileiros. Menos de 8% de sua vegetação estão bem conservados. Mesmo assim, seus remanescentes ainda prestam “serviços ambientais” (como proteger e manter rios, lagos, evitar a queda de encostas, regular o clima e a qualidade do ar) indispensáveis a 123 milhões de brasileiros que vivem na região.