Líder ruralista reclama de pressão do governo

Estadão

24 Maio 2011 | 16h09

O presidente da Frente Parlamentar da Agropecuária, deputado Moreira Mendes (PPS-RO), reclamou há pouco da pressão feita pelo Executivo na votação do novo Código Florestal. “Parece até que querem transferir o Plenário da Câmara para o Palácio do Planalto”, protestou. Segundo ele, as negociações já estão esgotadas e a votação do texto deveria ocorrer ainda hoje, independentemente do resultado. As informações são da Agência Câmara.

Mendes disse que concorda com a proposta feita pelo líder do PMDB, deputado Henrique Eduardo Alves (RN), de mudança do texto no novo código. Pela proposta, seria inserida a expressão “em conjunto” no artigo que determina que União, Estados e Distrito Federal devem regulamentar a utilização das áreas de preservação permanente (APPs).

Dessa forma, segundo Mendes, “um ente não poderia fazer nada sem o consentimento do outro”. “Para mim, não há oposição à proposta, que está de bom tamanho. É apenas um freio de arrumação”, destacou. Ele não soube afirmar se a medida teve apoio do governo.