Seu médico já chegou ao século XXI?

Giovanna Montemurro

08 Fevereiro 2011 | 13h33

A Food and Drug Administration (FDA) autorizou na sexta-feira, 4, o primeiro aplicativo para iPhone e iPad para médicos. O Mobile MIM, que estará disponível na Itunes store na semana que vem, permite que os médicos vejam resultados de exames imediatamente, sem a necessidade de impressão e com qualidade suficiente para a realização de um diagnóstico.

Embora esse seja o primeiro app aprovado formalmente, esse não é o primeiro recurso tecnológico desse tipo utilizado pelos médicos. Segundo a revista Scientific American, atualmente há mais de 1.500 aplicativos de saúde no mercado. Aqui no Brasil, o site Saúde Direta informa 155 mil interações possíveis entre remédios. Nos Estados Unidos, o site (e agora também aplicativo para iPhone e Android) Epocrates faz sucesso entre os profissionais da saúde.