Tuiteiros são mais bem humorados pela manhã, diz pesquisa

Giovanna Montemurro

29 Setembro 2011 | 15h00

Mapa mostra presença de 'sentimentos positivos', ou bom humor. Quanto mais forte a cor, maior a presença de tweets positivos. A cor preta indica a ausência de dados.

Pesquisadores da Universidade de Cornell, nos Estados Unidos, decidiram usar o Twitter para monitorar mudanças coletivas de humor em todo o mundo. O paper, publicado na revista Science nesta quinta-feira, 29, mostra que as pessoas têm a tendência a acordar de bom humor e que o mau humor vai aparecendo rapidamente com o avanço das horas de trabalho.

O trabalho avaliou as atitudes de 2.4 milhões de pessoas em 84 países através de suas mensagens na rede social durante dois anos e determinou que o trabalho, o sono e a quantidade de luz solar têm um importante papel em emoções como entusiasmo, prazer, medo e raiva.

Há muito tempo os pesquisadores conhecem esses ritmos guiam as emoções, mas até o momento não havia nenhum método de observação que acompanhasse um número tão grande de pessoas – em todos os lugares do mundo, de culturas diversas – com amostras muito frequentes, como o Twitter.


Os cientistas usaram um software de monitoramento de linguagem para acompanhar os tweets, descobrindo dois picos de atitude positiva ao longo do dia: de manhã cedo e perto da meia-noite, sugerindo que o estresse pode ser moldado por pressões no trabalho. Tweets positivos também foram abundantes aos finais de semana, com picos matinais ocorrendo duas horas mais tarde que nos dias de semana.

Esses padrões se repetiram em todos os 84 países avaliados na pesquisa, variando apenas de acordo com horários e dias de trabalho locais. Por exemplo, nos Emirados Árabes Unidos, onde a semana de trabalho começa domingo e termina na quinta- feira, os tweets mais bem humorados foram registrados de sexta a sábado.

Mapa mostra presença de 'sentimentos negativos', ou mau humor. Quanto mais forte a cor, maior a presença de tweets negativos. A cor preta indica a ausência de dados.