Células-tronco podem influenciar calvície, mostra pesquisa

Pesquisadores acreditam que calvície pode ocorrer devido a problema com ativação das células nos folículos

estadão.com.br,

04 Janeiro 2011 | 19h47

Apesar de muitos homens passarem horas se preocupando com a queda de cabelo, surpreendentemente pouco se sabe até hoje sobre as causas no que diz respeito ao nível celular. Em um novo estudo, publicado no Journal of Clinical Investigation, a equipe liderada por George Cotsarelis descobriu que as células-tronco têm um papel inesperado na explicação sobre o que ocasiona a queda excessiva de cabelo.

 

 

Usando amostras de células de homens que passaram por transplantes de cabelo, a equipe comparou folículos de um homem calvo e de um não-calvo e descobriu que as áreas de calvície tinham o mesmo número de células-tronco que o couro cabeludo normal na mesma pessoa. No entanto, eles também descobriram que um outro tipo de célula mais madura, chamada de célula progenitora, estava significantemente enfraquecida no folículos do homem calvo.

 

Sendo assim, os pesquisadores acreditam que a calvície pode ocorrer devido a um problema com a ativação das células-tronco e não com o número de células nos folículos. Na calvície padrão masculina, os folículos encolhem; eles não desaparecem. Os fios de cabelo são microscópicos na parte calva do couro cabeludo se comparados aos outros fios.

 

Segundo Cotsarelis, como a diferença está na abundância da célula progenitora, "isso implica que há um problema na ativação das células-tronco que convertem as células progenitoras na parte calva do couro cabeludo." No entanto, os pesquisadores ainda não sabem como ocorre a quebra nessa conversão.

Mais conteúdo sobre:
calvície

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.