EFE
EFE

Cientista cria robô de Da Vinci para interagir com visitantes de museu

Segundo o Museu Nacional da Ciência e da Tecnologia de Milão, este é o 1º androide que reproduz feições de personagem histórico

O Estado de S. Paulo

03 Setembro 2015 | 16h02

Um robô com a feição de Leonardo da Vinci, que se move e pronuncia frases extraídas dos manuscritos do gênio renascentista, será capaz de interagir com as pessoas de maneira similar a um ser humano.

O robô é uma criação do Departamento de Robótica e Neurociência Cognitiva da Universidade de Osaka (Japão) e foi apresentado nesta quinta-feira, 3, no Museu Nacional da Ciência e da Tecnologia de Milão.

Se trata do primeiro androide que reproduz as feições de um personagem histórico já morto, segundo o comunicado oficial do museu.

O aspecto de Da Vinci robótico, com comprida barba branca, grossas sobrancelhas e pele artificial, corresponde a como devia ser o cientista nos seus últimos dias, e, graças à tecnologia aplicada à mímica facial, recria os gestos de um verdadeiro ser humano.

O androide do autor de "A Mona Lisa" falará e interagirá com os visitantes durante as jornadas "Viver com robôs", que serão celebradas de 4 a 27 de setembro no museu. 

O professor e diretor do Departamento de robótica japonês, Minoru Asada, assegurou "que se Leonardo estivesse vivo, estudaria e construiria robôs".

Asada explicou ainda que a ciência da robótica, uma área que o cientista e humanista também investigou, "requer todos os diferentes conhecimentos que tinha Leonardo".

O departamento de Asada se encarrega de desenvolver máquinas que possam interagir com as pessoas de maneira similar a dos seres humanos, e assim entender a relação entre o mundo humano e o artificial.

A decisão de ter escolhido Da Vinci para ser o primeiro robô histórico se deve ao fato de que ele é "um símbolo que conjuga intelecto, conhecimento e arte", destacou Asada./EFE

Mais conteúdo sobre:
Leonardo da Vinci

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.