Descoberto novo tipo de catalisador para separar hidrogênio da água

O novo catalisador, baseado em molibdênio, tem apenas 1,5% do custo da platina

estadao.com.br

30 Abril 2010 | 15h05

Pesquisadores do Laboratório Nacional Lawrence Berkeley, do Departamento de Energia dos Estados Unidos, anunciaram a descoberta de um catalisador metálico capaz de gerar hidrogênio a partir da água. O gás hidrogênio é um candidato a combustível limpo, mas sua obtenção tem sido, até agora, muito cara. 

 

O novo catalisador, baseado em molibdênio, tem apenas 1,5% do custo da platina, o catalisador mais usado até agora para separar o hidrogênio da água, disse um dos autores da descoberta, Hemamala Karunadasa.

 

"Além disso, nosso catalisador não requer aditivos orgânicos, pode operar em água neutra, mesmo suja, e em água do mar, a maior fonte de hidrogênio do mundo", afirmou ele, em nota distribuída pelo laboratório.

 

O consumo de hidrogênio como combustível ou na geração de energia elétrica emite apenas vapor d'água como resíduo. Nos EUA, iniciativas da indústria, apoiadas pelo governo, buscam desenvolver motores e veículos viáveis movidos pelo gás.

 

Em sua forma pura, no entanto, o gás hidrogênio é extremamente raro na Terra. Por isso, cientistas buscam uma forma barata de obtê-lo, separando-o das moléculas que contêm o elemento, como água e hidrocarbonetos.

Mais conteúdo sobre:
hifrogênio catalisador

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.