Encontrado no Pantanal o maior morcego das Américas

O morcego-fantasma-grande tem um metro de envergadura e pesa 230 gramas

JOÃO NAVES DE OLIVEIRA, Agência Estado

05 Abril 2010 | 19h02

Com um metro de envergadura e pesando 230 gramas, o maior morcego das Américas foi capturado no Pantanal de Mato Grosso do Sul. Apresentado hoje, o morcego-fantasma-grande (Vampyrum spectrum), foi capturado no dia 20 de fevereiro na Fazenda Nhumiram, em Nhecolândia, entre as cidades de Corumbá e Miranda, no pantanal sul do Estado, local de pesquisas da Embrapa Pantanal.

Maurício Silveira, um ecólogo que está recebendo ajuda dos pesquisadores locais para realizar sua dissertação de mestrado em ecologia da Universidade Federal de Mato Grosso do Sul, armou a rede na mata fechada da fazenda e não esperava a surpresa. "É uma fêmea e o primeiro exemplar coletado até agora, em toda a história de Mato Grosso do sul. Não há registro sobre animal de maior porte desse gênero nas Américas", ressaltou.

Walfrido Tomás, um dos pesquisadores da Embrapa Pantanal, lembrou que em 1955 houve um registro da espécie no Pantanal Norte, no Estado de Mato Grosso. "O novo registro revela que o ecossistema Pantanal tem influência biogeográfica de biomas mais florestais. Significa também que ainda conhecemos muito pouco da biodiversidade do Pantanal. Ainda há carência de inventários biológicos na região".

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.