Divulgação/NASA
Divulgação/NASA

Estação Espacial Internacional terá robô entre tripulantes em setembro

Robonauta 2 tem cabeça, braços, pernas e tronco similar ao humano e trabalhará no laboratório da ISS

Efe

15 Abril 2010 | 12h22

A Nasa enviará um robô à Estação Espacial Internacional (ISS) em setembro próximo, quando a nave "Discovery" fizer a última missão de ônibus espaciais ao orbitador.

 

Veja também:

linkNasa estuda ordenar quarta caminhada espacial à Estação Espacial 

linkSob críticas de astronautas da Apollo, Obama reforma programa espacial

 

Em comunicado, a agência espacial americana informa nesta quinta-feira, 15, que o Robonauta 2 (R2) será um residente permanente da estação e suas operações estarão limitadas ao laboratório "Destiny".

 

O robô, que pesa cerca de 150 quilos e tem cabeça, tronco similar ao humano, braços e pernas, foi desenvolvido de maneira conjunta pela Nasa e a General Motors. O R2 poderá trabalhar junto os astronautas.

 

"O projeto ilustra a promessa que representa uma futura geração de robôs, não como substitutos dos seres humanos, mas como companheiros que possam realizar tarefas de apoio", disse John Olson, diretor do Escritório de Integração de Sistemas de Prospecção da Nasa.

 

Segundo o comunicado da Nasa, o robô não só tem aparência humana, mas foi desenvolvido para que trabalhe como uma pessoa. Com pernas e braços com mãos, o R2 poderá utilizar os instrumentos que a tripulação usa.

 

Segundo a Nasa, no futuro os robôs espaciais poderão funcionar como assistentes dos astronautas nas caminhadas espaciais ou para desenvolver tarefas difíceis ou perigosas para os humanos.

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.