Reuters
Reuters

Marinha autoriza navios da Rússia e EUA a pesquisarem no País

Equipes de pesquisadores estrangeiros coletarão dados na Bacia Amazônica e na costa litorânea do RJ

Agência Brasil,

11 Fevereiro 2010 | 15h40

O Comando da Marinha autorizou dois navios, de nacionalidades russa e norte-americana, a realizar pesquisas científicas em águas brasileiras. As portarias foram publicadas no Diário Oficial da União desta quinta-feira, 11.

 

A pesquisa conduzida pelo navio Knorr, de bandeira norte-americana, vai coletar dados para a reconstituição de um registro fóssil da Bacia Amazônica. A autorização é válida para o período de 21 de fevereiro a 12 de março deste ano.

 

O navio R/V Professor Logachev, de bandeira russa, vai coletar amostras de montanhas submarinas nas regiões da Cadeia Vitória-Trindade e Cadeia Norte Brasileira. A pesquisa, a ser feita por meio de dragagens, subsidiará a elaboração de uma proposta de limite exterior da plataforma continental brasileira a ser encaminhada Comissão de Limites da Plataforma Continental, na Organização das Nações Unidas. A autorização para a pesquisa vale para o período de 22 de fevereiro a 22 de maio próximo.

 

Os navios devem aderir ao Sistema de Informações sobre o Tráfego Marítimo (Sistram), conforme as Normas da Autoridade Marítima para Tráfego e Permanência de Embarcações em Águas Jurisdicionais Brasileiras, e qualquer alteração da rota deve ser comunicada Marinha brasileira.

 

Cada navio terá a bordo um representante da Marinha do Brasil, com autoridade para impedir a coleta de dados fora do propósito e do período especificados.

Mais conteúdo sobre:
Marinha autorizaçao pesquisa EUA Russia

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.