Norte de Marte teve oceano há 3 bilhões de anos, diz estudo

Pesquisadores americanos analisaram a distribuição de sedimentos de rios do Planeta Vermelho

Efe

14 Junho 2010 | 12h49

LONDRES - As terras baixas do norte de Marte estavam cobertas por um extenso oceano há 3 bilhões de anos, segundo publica esta semana a edição online da revista Nature Geoscience.

 

Embora pesquisas anteriores feitas a partir de naves espaciais já tenham apontado a possibilidade da existência de um oceano em Marte, ainda não havia provas que assegurassem isso.

 

No entanto, um grupo de pesquisadores da Universidade do Colorado (EUA) analisou agora a distribuição de sedimentos do delta e do vale da rede de rios de Marte, o que confirmou que um dia houve um oceano ali.

 

Os especialistas concluíram que muitos dos deltas estavam à mesma altura, o que sugere que estiveram unidos formando uma antiga costa. Isso é, para eles, prova contundente de que existiu um oceano nas planícies do norte de Marte.

 

A elevação que teria tido a margem descoberta pelos pesquisadores coincide com a altura da desembocadura da antiga rede fluvial, o que indicaria que existiu um nível uniforme e global de água em Marte.

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.