Obama diz que eleição de papa latino-americano mostra vitalidade da região

O presidente dos Estados Unidos, Barack Obama, desejou bons votos ao novo papa, Francisco 1º, nesta quarta-feira e disse que a escolha do cardeal Jorge Bergoglio, da Argentina, mostra a vitalidade da cada vez mais importante América Latina.

Reuters

13 Março 2013 | 18h38

O vice-presidente Joe Biden comandará a delegação norte-americana nas cerimônias no Vaticano para a posse do novo papa, segundo uma autoridade do governo.

Obama chamou o novo papa de "um defensor dos pobres e dos mais vulneráveis entre nós".

"Como o primeiro papa das Américas, sua escolha também fala da força e da vitalidade de uma região que está cada vez mais moldando nosso mundo, e junto com milhões de norte-americanos hispânicos, nós nos Estados Unidos compartilhamos a alegria deste dia histórico", disse Obama em um comunicado.

(Reportagem de Steve Holland e Matt Spetalnick)

Mais conteúdo sobre:
RELIGIAO PAPA OBAMA*

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.