Papa faz telefonema surpresa para fiéis na Argentina

O papa Francisco surpreendeu uma multidão de fiéis católicos argentinos que esperaram durante toda madrugada por sua missa inaugural, nesta terça-feira, ao realizar um telefonema do Vaticano para a catedral de Buenos Aires, onde ele era arcebispo.

Reuters

19 Março 2013 | 08h50

O primeiro papa da América Latina inaugurou seu pontificado nesta terça com uma missa para uma multidão estimada em 200 mil pessoas na Praça de São Pedro, em Roma, pedindo a defesa dos mais fracos da sociedade e do meio ambiente.

Horas antes do início da missa, milhares de fiéis reuniram-se em Buenos Aires em torno de telões instalados na Plaza de Mayo, com vista para a catedral e o palácio presidencial.

Em sua mensagem por telefone, às 3h30 do horário local, Francisco agradeceu à multidão por suas orações.

"Obrigado por rezarem, por suas orações, das quais preciso muito", disse ele. "Eu quero pedir-lhes um favor, para que caminhemos juntos, para que cuidemos uns dos outros... cuidar da vida, cuidar da família, da natureza", disse.

"Não se esqueçam deste bispo, que apesar de longe, quer muito a vocês."

O ex-cardeal argentino Jorge Bergoglio escolheu o nome Francisco para seu pontificado em homenagem a São Francisco de Assis, símbolo da pobreza, caridade e amor pela natureza.

Conhecido por viajar de ônibus e rejeitar os luxos do alto cargo da Igreja, Bergoglio vivia em um apartamento de um quarto ao lado da catedral e cresceu em uma família de classe média em Buenos Aires.

(Reportagem de Helen Popper)

Mais conteúdo sobre:
RELIGIAO PAPA ARGENTINA*

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.