Tasso Marcelo/AE
Tasso Marcelo/AE

Pesquisadores da UFSCar preveem resultado da Copa

Modelo matemático indicava Espanha como campeã, depois mudou para Alemanha e, agora, Brasil

Agência Fapesp

23 Junho 2010 | 14h56

SÃO PAULO - Pesquisadores da Universidade Federal de São Carlos (UFSCar) publicaram na internet um modelo estatístico dinâmico com estimativas das chances dos selecionados de vencer cada etapa da Copa do Mundo da África do Sul.

 

Veja também:

especial CRONOLOGIA: Copa, dia a dia

tabela TABELA - Jogos | Classificação | Simulador | 

 

O modelo matemático foi elaborado no Centro de Estudos do Risco do Departamento de Estatística e utiliza como parâmetros a opinião de especialistas sobre os placares da primeira fase, o ranking da Federação Internacional de Futebol (Fifa) divulgado em maio e os resultados obtidos ao longo do torneio.

 

Esse caráter dinâmico é responsável pela alteração constante na lista das equipes com maior chance de conquistar o mundial. No início do campeonato, a Espanha encabeçava esse grupo. Após a primeira rodada, a Alemanha ficou no topo da lista e, em seguida, o Brasil assumiu a primeira posição.

 

Os placares de cada jogo são comparados às previsões, mostrando que os resultados improváveis foram abundantes nesta Copa. Foi o caso do empate entre Portugal e Costa do Marfim, que tinha 15,9% de chances de ocorrer, de acordo com o modelo da UFSCar, e a vitória da Sérvia sobre a Alemanha, com apenas 9,6% de probabilidade.

 

A Previsão Estatística Copa 2010 da UFSCar pode ser acessada no endereço (à direita da página): www.copa2010.ufscar.br/index_br.html.

 

 

 

 

 

Mais conteúdo sobre:
Copa UFSCar Fica

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.