Jamil Chade/Estadão
Jamil Chade/Estadão

Presidente da CNBB confirma visita do papa Francisco ao Brasil em julho

Em entrevista exclusiva ao 'Estado', dom Raymundo Damasceno disse que a escolha do argentino Jorge Mario Bergoglio para o pontificado foi 'uma bela surpresa'

Jamil Chade - Enviado especial a Roma, O Estado de S. Paulo

14 Março 2013 | 06h20

O presidente da Conferência Nacional dos Bispos do Brasil (CNBB), dom Raymundo Damasceno, afirmou na manhã desta quinta-feira, 14, que o papa Francisco confirmou que visitará o Brasil em julho para a Jornada Mundial da Juventude.

Nem bem terminado o conclave, dom Damasceno saiu na manhã de hoje no Vaticano para comprar jornal. "Eu estava muito curioso para saber qual é a reação mundial dessa eleição", afirmou dom Raymundo com exclusividade ao 'Estado'.

"Eu tive a oportunidade de falar com Bergoglio (papa Francisco) e ele me disse ontem mesmo que vai ao Brasil", destacou o cardeal brasileiro, que participou do conclave. 

"Eu o conheço muito bem. E trabalhamos juntos em Aparecida. Foi uma grande escolha", afirmou Dom Damasceno.

O cardeal brasileiro também disse que o argentino foi ganhando votos à medida que a eleição ocorria, num pleito em que ele não era favorito.

"Bergoglio veio surgindo. E foi uma bela surpresa", completou Damasceno, que, com um saco de jornal na mão, voltou ao Vaticano.

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.